Mural dos Presidentes

Presidentes executivos da Brasscom

Sergio Paulo Gallindo
Presidente Executivo da Brasscom - (2014 - 2023)
Advogado, Mestre (M.Sc.) em Ciência da Computação pela University of Texas at Austin, EUA, com apoio do Fulbright Int’l Fellowship Program, Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo, Faculdade do Largo de São Francisco e Engenheiro Eletrônico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Foi Diretor Presidente da BT (British Telecom) no Brasil de 2009 a 2014, liderando crescimento expressivo no período. Antes de assumir a liderança da unidade brasileira ocupou posições de direção na BT para América Latina.
Foi eleito membro do Conselho de Administração da Brasscom para o biênio 2012-2014. Foi também Vice Presidente da Nortel no Brasil e Diretor Executivo de Negócios Corporativos da GVT.
Atuando em tecnologia desde 1980, Sergio Paulo liderou relevantes desenvolvimentos de software no Brasil e nos EUA, a implantação de complexas redes de comunicação, bem como a venda e execução de contratos de centenas de milhões de dólares.
No direito, sua atuação é voltada a M&A, Direito Tributário, Direito Comercial e Law and Economics (Análise Econômica do Direito).
Antônio Gil
Ex-Presidente Executivo da Brasscom - (2004 - 2014)
Por volta de 2002, um grupo de empresários se reuniu em um restaurante do Itaim em São Paulo. O propósito da reunião era a criação de uma entidade para a promoção de tecnologia da informação e comunicação no Brasil. Irineu Gouveia, Jorge Steffens, Marco Stefanini, Rogério Oliveira e o signatário deste artigo fundaram a Brasscom. A Brasscom nasceu, cresceu, floresceu e tem prestado incríveis serviços ao setor de TIC no Brasil.

Não será necessário dizer qual a importância da TI no mundo atual e futuro. Se em 2002 era importante, no presente e no futuro TI será oxigênio da vida moderna. O Brasil tem tudo o que é necessário para ser um dos maiores mercados inovadores do mundo. Chegou a ser o quarto maior mercado de TI do mundo, tem uma incrível naturalidade para mudanças e para o desenvolvimento de novas tecnologias, com um povo dinâmico e sedento de progresso.

Hoje, quando vejo a naturalidade com que todas as camadas de nossa sociedade encaram as novas tecnologias de mobilidade, reforço um pensamento dos anos 70, quando disse que loteria esportiva era cultura. Disse isso pela facilidade com nosso povo que começou a jogar semanalmente. Fui criticado quando disse isso, mas daí para o uso de celulares foi um pulo. Parece bobagem, mas não é. Nem todas as sociedades encaram o progresso tão facilmente quanto os brasileiros.

Em um momento em que o Brasil se sente como o patinho feio do mundo, vamos reagir e acordar o sonho de liderança de uma área tão importante como a de tecnologia da informação e comunicação. O Brasil é um dos países líderes no uso e no desenvolvimento de tecnologia no mundo. A Brasscom tem o cacife e a obrigação de promover essa liderança.
Sergio Paulo Gallindo
Sergio Paulo Gallindo
Presidente Executivo da Brasscom
(2014 - 2023)
Antônio Gil
Antônio Gil
Ex-Presidente Executivo da Brasscom
(2004 - 2014)

Presidentes do Conselho da Brasscom

Laércio Cosentino
Fundador e Presidente do Conselho da TOTVS - (2020 - 2024)
Tive a oportunidade de acompanhar momentos importantes da trajetória da Brasscom, mas foi como Presidente do Conselho, entre os anos de 2012 e 2016, que pude experimentar um dos períodos de grande evolução da Associação. O contexto exigia mudanças. O setor de TI precisava – e ainda precisa – se tornar mais forte, mais visível, mais valorizado. Buscamos pessoas e métodos. Inovamos. A Brasscom amadureceu e se profissionalizou.

Foi o início de um processo de reestruturação, de redesenho, necessários, ao meu ver, para que o setor apresentasse maior alcance em seu posicionamento. Trabalhando sem viés político, a Brasscom plantou importantes sementes para a conscientização sobre a relevância do papel de TI para o futuro do Brasil. Evidentemente, longo caminho ainda precisa ser percorrido até que TI seja plenamente compreendida, mas é certo que demos passos importantes nessa direção.

Nas relações governamentais, mostramos a “cara” do setor, de forma ética e objetiva e sempre construindo nossos posicionamentos com base em dados e fatos. Desmistificamos o uso de TI nos mais diversos campos e mostramos que nenhuma política pública é subjetiva quando a TI é aplicada para garantir um resultado de impacto. Num dos momentos mais sensíveis neste período, mostramos também que o desenvolvimento dos negócios depende de um estado justo e equilibrado, e que previsibilidade tributária e segurança jurídica são vitais ao investimento.

A reputação e a respeitabilidade da Brasscom, adquiridas ao longo dos últimos anos, são ativos importantes e, dos quais, nós associados, nos orgulhamos. Temos um corpo técnico bastante qualificado para endereçar os objetivos estratégicos da Associação, além de um conjunto de associados e altos executivos coeso e engajado que garante o dinamismo necessário.

Estou seguro de que a Associação está no caminho certo, representando integral e legitimamente o setor de TIC do Brasil. Vamos em frente!
Benjamin Quadros
Presidente da BRQ - (2016 - 2020)
Vivemos o início de uma era verdadeiramente transformadora, que nos traz possibilidades outrora inimagináveis, e de perspectivas reais de desenvolvimento e bem-estar social.

Como bem disse Isaac Asimov lá em 1990, “A ciência reúne conhecimento mais rápido do que a sociedade reúne sabedoria”. A velocidade que a tecnologia evolui deixa essa frase mais atual do que nunca. Neste contexto da 4ª Revolução Industrial, a Brasscom tem o papel de refletir, propor e executar ações para garantir que o Brasil acompanhe e esteja à frente das tendências globais de inovação.

A Brasscom se consolidou como referência na construção coletiva de políticas públicas para o setor de tecnologia da informação e comunicação. Em minha gestão, focamos na ampliação do escopo de atuação para além da busca pela competitividade, passando também a levar adiante a mensagem da transformação digital para outros segmentos de mercado.

A transformação digital, a partir da adoção de tecnologias emergentes e disruptivas, é uma oportunidade de criar e transformar negócios, gerando inovação e desenvolvimento profissional.

O propósito da Brasscom é orientar o governo, mercado e sociedade para o uso de tecnologia com sabedoria, gerando empregos e riqueza para construção de um Brasil Digital e Conectado.
Laércio Cosentino
Fundador e Presidente do Conselho da TOTVS - (2012 - 2016)
Tive a oportunidade de acompanhar momentos importantes da trajetória da Brasscom, mas foi como Presidente do Conselho, entre os anos de 2012 e 2016, que pude experimentar um dos períodos de grande evolução da Associação. O contexto exigia mudanças. O setor de TI precisava – e ainda precisa – se tornar mais forte, mais visível, mais valorizado. Buscamos pessoas e métodos. Inovamos. A Brasscom amadureceu e se profissionalizou.

Foi o início de um processo de reestruturação, de redesenho, necessários, ao meu ver, para que o setor apresentasse maior alcance em seu posicionamento. Trabalhando sem viés político, a Brasscom plantou importantes sementes para a conscientização sobre a relevância do papel de TI para o futuro do Brasil. Evidentemente, longo caminho ainda precisa ser percorrido até que TI seja plenamente compreendida, mas é certo que demos passos importantes nessa direção.

Nas relações governamentais, mostramos a “cara” do setor, de forma ética e objetiva e sempre construindo nossos posicionamentos com base em dados e fatos. Desmistificamos o uso de TI nos mais diversos campos e mostramos que nenhuma política pública é subjetiva quando a TI é aplicada para garantir um resultado de impacto. Num dos momentos mais sensíveis neste período, mostramos também que o desenvolvimento dos negócios depende de um estado justo e equilibrado, e que previsibilidade tributária e segurança jurídica são vitais ao investimento.

A reputação e a respeitabilidade da Brasscom, adquiridas ao longo dos últimos anos, são ativos importantes e, dos quais, nós associados, nos orgulhamos. Temos um corpo técnico bastante qualificado para endereçar os objetivos estratégicos da Associação, além de um conjunto de associados e altos executivos coeso e engajado que garante o dinamismo necessário.

Estou seguro de que a Associação está no caminho certo, representando integral e legitimamente o setor de TIC do Brasil. Vamos em frente!
Laércio Cosentino
Laércio Cosentino
Fundador e Presidente do Conselho da TOTVS
(2020 - 2024)
Benjamin Quadros
Benjamin Quadros
Presidente da BRQ
(2016 - 2020)
Laércio Cosentino
Laércio Cosentino
Fundador e Presidente do Conselho da TOTVS
(2012 - 2016)