LinkedIn

Brasscom realiza em Brasilía segunda edição do Seminário de Políticas Públicas & Negócios

O 2º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, realizado nos dias 15 e 16 de março,
mostrou que o Estado reconhece Tecnologia da Informação como essencial e está disposto a formular políticas públicas que favoreçam a competitividade.

O evento, realizado nos últimos dias 15 e 16 de março, em Brasília, contou com a presença de painelistas da iniciativa pública e privada que proporcionaram um riquíssimo debate entre os setores público e privado destinados ao setor de TIC ao que se refere às políticas públicas e demonstrou como as novas tecnologias poderiam impulsionar a qualidade da gestão pública e dos serviços ao cidadão, contribuindo para a impulsão do crescimento econômico do País.

Estiveram presentes mais de 200 participantes nos dois dias de evento, sendo estes representantes de diversos órgãos governamentais e da iniciativa privada. As sessões foram transmitidas ao vivo pela Internet e recebeu cobertura especializada do Portal Convergência Digital, com registro de videoentrevistas dos interlocutores. A estrutura do evento recebeu, também, o lançamento do portal Brasil Pais Digital, realizado pela ABES, bem como a cerimónia de posse da diretoria e celebração dos 40 anos da Assespro.

“O setor é particular e o governo reconhece a transversalidade da tecnologia da informação e das comunicações em todos os setores produtivos da economia”, ressalta o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo. Ao mesmo tempo, acrescenta ele, é necessário investir mais em Ciência, Tecnologia e Inovação. “O investimento é insuficiente, como reconheceu o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, mas é fato que o Brasil precisa superar a questão fiscal e aprovar as reformas necessárias”, acrescenta.

O presidente-executivo da Brasscom ressalta ainda o bom clima para um diálogo entre a iniciativa privada e o governo, o que, segundo ele, revela uma sensibilidade e a necessidade de buscar eficiência para melhorar a oferta de serviços aos cidadãos. ‘O Estado precisa migrar da era do governo eletrônico para ir para a era do governo digital. Esse é um impacto que a transformação digital impõe”, completa Sergio Paulo Gallindo.

Tecnologia da Informação e Comunicações são essenciais para o Brasil arrancar de volta ao crescimento e o Estado brasileiro se mostra sensível a elaborar políticas públicas que favoreçam a competitividade e estimulem os investimentos. O Seminário firma-se como uma referência setorial, servindo de espaço para o diálogo sobre a importância do uso intensivo de tecnologia na melhoria dos serviços públicos, bem como para fomentar a competitividade do setor.

Brasscom



X