LinkedIn

Entidades de TI pedem aprovação da Reforma Trabalhista

Manifesto assinado por associações, federações e sindicatos alega que novo perfil dos trabalhadores exige flexibilidade

Associações, federações e sindicatos da área de tecnologia da informação lançaram na semana passada um manifesto defendendo a aprovação da Reforma Trabalhista. A matéria foi aprovada na Câmara no dia 26 de abril sob forte controvérsia, e corre o risco de sofrer mudanças no Senado diante da pressão exercida pela Greve Geral do dia 28 do mesmo mês.

Segundo as entidades, as mudanças promovem a inclusão de um novo tipo de trabalhador digital, perfil que já compreende a força de trabalho de boa parte das companhias do setor. Estes trabalhadores, alegam, tem mais foco na execução e conclusão de objetivos e criação de soluções, dispensando ambientes físicos e jornadas de trabalho convencionais.

Segundo entidades, mudanças incluem o ‘trabalhador digital’

Assinam o manifesto a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), a Acate (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia), a Assespro Nacional (Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), a Fenainfo (Federação Nacional das Empresas de Informática) e o Seinesp (Sindicato das Empresas de Internet do Estado de São Paulo).

O documento pode ser lido na íntegra (em pdf) neste endereço.

Infor Channel



X