LinkedIn

IoT Latin America: em palestras com auditórios lotados, especialistas abordam as possibilidades de crescimento econômico com uso das novas tecnologias

Por Dino

O primeiro dia da IoT Latin America, feira internacional da Internet das Coisas, que acontece até esta quinta-feira, 30 de agosto, no Transamérica Expo Center, mostrou como cada vez mais a internet está presente no nosso dia a dia, em praticamente todos os tipos de negócios e empresas e o impacto da IoT (Internet of Things) nos próximos anos no Brasil. A feira é o mais importante evento B2B exclusivamente voltado ao setor e com foco na geração de negócios na América Latina e promove, simultaneamente, o 3° Congresso Brasileiro e Latino- Americano de Internet das Coisas (IoT), organizado pelo Fórum Brasileiro de Internet das Coisas. Além da exposição, a IoT Latin America apresenta em seu Multipalco de Verticais discussões sobre casos abrangendo todo o ecossistema de Internet das Coisas em diversas verticais. O credenciamento para visitação neste dia 30 pode ser feito diretamente no pavilhão do evento, das 12 às 20 horas.

Foto: DINO / DINO

O Multipalco de Verticais trouxe 14 palestras e dois painéis com auditórios completamente lotados e filas de espera para acompanhar grandes especialistas abordando a IoT em diversas verticais.

Cristina KnörichZuffo, que falou sobre inovações no setor de saneamento,superintendente de pesquisa, desenvolvimento e inovação da Sabesp, ressalta que hoje em dia, com a internet 4.0, todas as empresas que não estiverem dentro desse novo contexto da IoT acabarão morrendo. “Isso porque você usa a IoT para tudo praticamente. No caso da Sabesp, por exemplo, a questão de gerenciamento de rede, monitoramento de mananciais, monitoramento de degradação desses mananciais e vários projetos como o de relacionamento com os clientes, que passam a ter uma maior interatividade com as empresas em geral, não só no setor de saneamento, são fundamentais para o desenvolvimento daqui para frente. (…) Recentemente, nós ganhamos um prêmio internacional entre as 100 melhores empresas de TI do mundo. Então, para a Sabesp é muito importante essa questão de IoT e está no nosso DNA colocar IoT em tudo o que for possível, como a automatização de estações de tratamentos, automatização de redes e monitoramento inteligente”.

Para Felipe Grando Sória, daBematech, que fiscorreu sobre o tema “IoT no varejo – Customer Connect Space”, o varejo hoje tem um potencial bastante grande para crescer em termos de aplicação de IoT. “Como é o conceito que a gente trouxe do Customer Connect Space. A ideia é que hoje a tecnologia do pequeno varejo, especialmente, está sempre concentrada no ponto de venda, onde você faz a transação de compra ou a emissão da nota fiscal. A gente enxerga que há um potencial dentro do varejo de trazer novas experiências para os clientes, consumidores e para as próprias pessoas que atuam no varejo como os funcionários e fornecedores. Trazer dispositivos que potencializem isso e tragam uma transformação digital é o que imaginamos onde a IoT tem capacidade de converter essas experiências digitais em coisas que agreguem mais valor, tragam maior lucratividade e uma melhor experiência para o consumidor”.

Falando sobre soluções eficazes para pequenas e médias empresas, Maurício Finotti, Sócio diretor da MOB I+E, frisou que o conceito principal é buscar soluções pequenas e escaláveis, de fácil implantação, rápidas e, principalmente, que tenha um payback curto. “Quando a solução de um equipamento gera uma melhoria, logo em seguida, você já paga aquela solução e começa a partir para outras até chegar a soluções maiores e melhores. (…) Os investimentos em internet das coisas são muito baratos, quando comparados com investimentos em automação, etc. Os dados são diferentes, mas o resultado que a internet das coisas gera tem um ganho muito grande e rápido para o empresário. Então, você começando a enxergar o que é indústria 4.0, o que é a internet das coisas, a gente começa a realmente ver que aquilo gera resultado e conseguimos um pulo disruptivo de melhoria de produtividade”.

André Echeverria, Líder Inovação e Transformação Digital na Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) e mediador do painel “Metodologias modernas na abordagem e implementação de projetos de IoT”, faz um balanço do debate. “Foi particularmente interessante essa perspectiva de quatro diferentes verticais discutindo duas abordagens comuns: a tecnologia de IoT e a metodologia de abordagem de projetos em IoT. A Brasscom tem um estudo que mostra que entre os anos de 2018 e 2021 vão acontecer investimentos no Brasil de mais de 240 bilhões de dólares em quatro tecnologias chamadas de transformação digital e inovação: IoT, segurança, Big Data Analytics e inteligência artificial. Destes 240 bilhões, 170 bilhões são só em IoT, o que dá a dimensão da importância que isso tem para o país”.

O credenciamento para esta quinta-feira, último dia do evento, pode ser feito diretamente no Pavilhão.

Serviço
IoT LatinAmerica 2018
Quando – último dia: 30 de agosto
Horário: das 12h às 20h
Onde: Auditório I – IoT Latin America
Realização: BMComm Real Alliance e Fórum Brasileiro de IoT
Mais informações em: www.iotlatinamerica.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/internetofthingsbr/

Fonte: Terra

https://www.terra.com.br/noticias/dino/iot-latin-america-em-palestras-com-auditorios-lotados-especialistas-abordam-as-possibilidades-de-crescimento-economico-com-uso-das-novas-tecnologias,032cf2d9d74d1ba35b0b2a06cd55419fk6ihc0s9.html



X