LinkedIn

Reforma Tributária só acontece se for ‘fatiada’ com governo à frente

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Pedro Costa … 29/04/2019

Uma reforma tributária apenas no âmbito do governo federal é plausível e pode ser aprovada ainda este ano, sustentou o deputado Luiz Miranda (DEM/DF), que é presidente da Frente Parlamentar Mista da Reforma Tributária. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Brasscom TecFórum, realizado nos dias 24 e 25 de abril, em Brasília, o parlamentar diz que é inviável pensar que será possível ter uma mudança tributária nacional.

“Defendo uma reforma tributária federal, que é positiva, ao contrário da reforma da previdência, que é necessária, mas muito negativa. Se fizermos a reforma, com um imposto único, diferente do que se tem pregado nos últimos anos, podemos avançar ainda este ano. Mas se juntar Estados e municípios, ela não vai acontecer”, pontuou o parlamentar.

Indagado sobre as empresas de TICs, Luiz Miranda diz que o setor é penalizado com uma carga tributária disfuncional e injusta. “A bitributação é absurda. Por isso não avançamos e perdemos os nossos gênios para o exterior. Além disso Tecnologia está pagando impostos por outros setores, beneficiados por incentivos fiscais e que não produzem tanto para o País”, assinala. Assistam a entrevista com o deputado Luiz Miranda, do DEM/DF.

Fonte: https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=50570&sid=11



X