LinkedIn

Sistema S precisa formar pessoas com deficiência para a economia digital

Convergência Digital 
Ana Paula Lobo e Pedro Costa Carreira  – 25/04/2019

Criou-se uma Lei que impõe cotas para as empresas contratarem pessoas com deficiência, mas não há a preocupação em formar essas pessoas para atender as demandas do mercado, afirma o deputado Gilberto Nascimento, do PSC/São Paulo, que preside a Comissão de Pessoas com Deficiência, na Câmara Federal. O parlamentar, que participou do Brasscom TecFórum, que acontece em Brasília.

“Há uma obrigatoriedade legal para contratar pessoas com deficiência, mas não há mão de obra disponível para atender as demandas. Não se tem política para formar essas pessoas”, observou Gilberto Nascimento.

Segundo ele, o Sistema S deveria ser usado para adequar as pessoas com deficiência às novas profissões que surgem com a economia digital. “A política existente, hoje, é muito mais exclusiva do que inclusiva. Precisamos de uma conscientização nacional”. Assistam a entrevista com o deputado Gilberto Nascimento, do PSC/São Paulo.

Fonte: https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=50545&sid=46#.XMHV4ehKhPY

 



X