LinkedIn

TI domina o mercado de aceleradoras de startups no Brasil

Um estudo da Fundação Getulio Vargas indica que o Brasil já conta com um mercado consolidado de aceleradoras, com cerca de 40 dessas empresas em atividade. Segundo esse levantamento, até janeiro de 2016 foram aceleradas aproximadamente 1.100 startups no Brasil, com investimentos que variam de R$ 45 mil a R$ 255 – e assim totalizando aproximadamente R$ 51 milhões.

O número é relevante, notadamente se considerado que existem, de acordo com o estudo, cerca de 230 aceleradoras em atividade em todo o mundo. No Brasil, a grande maioria delas está no Sudeste, notadamente em São Paulo, seguido do Nordeste, Sul e Norte.

O estudo, Panorama das Aceleradoras de Startups no Brasil, dos professores Paulo Abreu e Newton Campos, identificou originalmente 45 delas, sendo que 31 fazem parte da amostra (4 não participaram do estudo, 6 não foram localizadas e 4 encerraram as atividades).

“Apesar de haver uma predominância do local de fundação no estado de São Paulo (48,4%), é possível verificar que as aceleradoras possuem uma cobertura nacional, ou seja, atuam desenvolvendo negócios por todo o país. É possível verificar, ainda, que as aceleradoras também estão atuando de forma globalizada, com presença internacional em países, como Estados Unidos e Israel”, diz o documento.

A atuação é relativamente diversificada, embora com destaque para os mercados de tecnologia da informação (83%), educação (77%) e Comércio e Serviços (67%). O estudo indica, ainda, que empresas foram incentivadas nos segmentos financeiro, agronegócio, turismo, bem como de economia criativa, saúde, meio ambiente, multimídia e inclusão social.

“No Brasil, 865 Startups passaram por um processo de aceleração, dentro da amostra pesquisada, o que demonstra o trabalho ativo que as aceleradoras pesquisadas desempenham no ecossistema empreendedor. Cada aceleradora acelerou em média 28 Startups”, relata o estudo. O destaque vai para uma das aceleradoras, que incentivou 191 startups.

O Congresso Internacional de Tecnologia da Informação – o WCIT – que pela primeira vez acontece no Brasil, de 03 a 05 de outubro, em Brasília, terá como tema “Promessas da Era Digital: Desafios e Oportunidades”. As empresas do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) vão interagir e debater, entre outros assuntos, a inovação no Brasil. Para ter mais informações sobre o evento, que irá reunir mais de três mil pessoas, clique aqui.

Convergência Digital



X